Conheça as ações estratégicas de Luiz Carlos Trabuco Cappi na liderança do Bradesco

Logo que foi indicado a presidente do Bradesco pelo conselho de administração do banco, Luiz Carlos Trabuco Cappi se empenhou para que os esforços dentro da instituição fossem voltados ao bom andamento dos serviços oferecidos, de forma que não competiu diretamente pela liderança do segmento bancário. Após o seu ingresso em 2009 na nova função, a instituição envolveu-se em um negócio de grandes proporções, fato que ocasionou uma aquisição emblemática para a companhia.

Por meio do emprego de mais de 5 bilhões de dólares, a compra de uma outra instituição financeira foi realizada. Todos os trâmites foram conduzidos sob o acompanhamento de Luiz Carlos Trabuco, tratando-se da primeira grande tarefa já no posto de presidente do Bradesco. Como resultado, a instituição recebeu um maior fluxo de clientes que foram em busca dos principais produtos bancários disponibilizados, tais como empréstimos, depósitos, transações envolvendo ativos, dentre outros serviços que a empresa costumeiramente dispõe aos seus consumidores.

Em se tratando da história que o Bradesco possui, pode-se estabelecer um paralelo com a trajetória pessoal de Luiz Carlos Trabuco Cappi. Tanto ele, quanto a instituição bancária tiveram origem em Marília, cidade adotada pelo banco para abrir a primeira agência e mesma localidade onde o executivo nasceu e passou boa parte de sua juventude. Até mesmo o primeiro emprego do agora presidente foi justamente na companhia, onde acabou contratado para ser escriturário. Muitos anos após o início da carreira ele foi consagrado como o “Empreendedor do ano”, condecoração fornecida pela Revista Dinheiro.

O caminho que o executivo percorreu até que atingisse o ápice de sua carreira foi o mesmo que outros funcionários do banco também realizaram, ou seja, foi necessário que trabalhasse nas várias áreas compreendidas pela companhia. Quando liderou a seguradora da organização, entretanto, seu modo de gerir aquela parte da corporação foi o principal fator do aumento do lucro em toda a empresa. Dessa maneira, aquele setor acabou respondendo por algo estimado em 30% de todos os serviços que a instituição mais lucrava.

Entre as principais ações de Luiz Carlos Trabuco Cappi voltado ao quadro de pessoal da instituição está a implementação da Universidade Corporativa, um centro dentro da organização que recebe anualmente diversos funcionários que futuramente poderão ascender a cargos executivos. Lá os colaboradores conseguem aprimorar seus conhecimentos a fim de que consigam o devido preparo aos cargos estratégicos dentro da companhia. Além disso, o presidente do grupo opta por manter contato com quem está prestes a ocupar alguma nova função, de maneira que realiza reuniões destinadas ao estabelecimento de um intenso diálogo.

Apesar da política do banco ser conhecida por promover colaboradores aos cargos de executivos, Luiz Carlos Trabuco Cappi resolveu inovar e contratar profissionais que passaram a ocupar funções decisivas na organização, como por exemplo Renato Ejnisman, que lá tornou-se diretor-executivo. Mesmo contando com uma grande equipe e delegando-lhe diversas atividades, o presidente possui uma rotina de compromissos bastante extensa, com eventos de negócios que podem se estender até o período noturno, como jantares realizados com o intento de se discutir assuntos relativos aos negócios.

 

Comments are disabled